4- Dá pra ficar bronzeada no inverno

A tecnologia está à favor de quem gosta de ter marquinha de biquini o ano todo!

 

A gente sabe que, aqui no Brasil, o visual musa do verão não sai de moda em nenhuma época do ano. Já conversamos por aqui que também é possível, sim, bronzear-se no inverno, já que a falta de sol não é empecilho para pegar uma corzinha.

 

Claro que, durante os meses mais ensolarados, é bem mais fácil ficar com uma marquinha, afinal, a incidência dos raios solares é mais intensa e ocorre por um período mais longo do dia. Porém, bora lidar com o que temos agora, né? Ou seja, outono/inverno, dias cinzentos e de pouca luz solar!

 

Vem conferir dicas de como ficar bronzeada no inverno!

 

Não subestime o sol!

Ao contrário do que muitos pensam, aquele solzinho tímido do inverno também tem potencial de bronzear nossa pele. Isso porque, apesar da menor incidência de raios solares, eles ainda existem e estão nos atingindo e estimulando a produção de melanina, com menos intensidade? Sim, mas ainda estão lá, então aproveite!

 

Falando em inverno, também vale lembrar que os cuidados com a cútis nessa estação devem ser redobrados. Nós já falamos por aqui sobre como uma boa hidratação e esfoliação fazem toda a diferença no resultado final do bronze. No inverno, nossa pele tende a ficar mais seca, por isso, faça dos creminhos seus melhores amigos e, claro, não esqueça de beber pelo menos 2 litros de água diariamente.

 

Não descuide da alimentação

A gente sabe que, no inverno, dá vontade de comer umas coisinhas menos saudáveis, né? Um chocolatinho quente aqui, um fonduezinho ali… Claro que você não deve abrir mão dos alimentos que gosta, afinal uma alimentação balanceada é a melhor opção sempre. Entretanto, é preciso atentar-se para não deixar de lado o consumo de frutas, verduras, legumes e outros alimentos que contenham carotenóides, que ajudam a ativar a produção de melanina e, consequentemente, nos deixar mais bronzeadas! Confira aqui os alimentos que são melhores amigos do bronze!

 

Bronzeamento artificial

Nós já falamos por aqui que, atualmente, existem diversas formas seguras de bronzear-se artificialmente, seja por meio de produtos, câmaras, jatos, entre outras opções. O bronze artificial tem duração média de um mês, contando com possíveis manutenções semanais.

 

Os bronzeamentos artificiais, em sua maioria, são feitos por meio da aplicação direta do açúcar dihidroxiacetona, mais conhecido como DHA, que reage com aminoácidos, peptídeos e proteínas fisiológicas e produz uma coloração mais escura, semelhante ao tom de bronzeado natural de exposição solar.

 

Viu só como dá para manter um visual musa do verão no inverno? Procure uma clínica especializada e saia desfilando por aí com seu bronze em qualquer época do ano!

 

Agende já sua sessão!

 


bronzeamento artificialbronzeamento naturalbronzeamento no invernobronze de fitabronze no invernocomo ficar bronzeada no inverno